quarta-feira, 31 de julho de 2013

SEMAM EXECUTOU ROÇADAS E AJARDINAMENTO NO TERMINAL URBANO

As equipes da Sema (Secretaria de Meio Ambiente) vêm fazendo um constante trabalho de limpeza, revitalização e manutenção dos espaços públicos, para garantir a boa aparência do município. Nesta quarta-feira (31) a praça do Terminal Urbano recebeu serviços de roçadas e ajardinamento. Outro serviço realizado pela Sema foi a retirada de terra de trechos da Avenida Tancredo Neves.
Já as equipes da Seinfra (Secretaria de Infraestrutura) seguem a intensa rotina de serviços de recuperação da malha viária. A operação tapa buracos foi executada em trechos da Avenida Distrito Federal, na Rua Minas Gerais e em vias do distrito de Piracema. Em outras frentes, as equipes deram continuidade aos serviços de readequação das vias não asfaltadas, através do patrolamento, no Jardim Ipê, além da recuperação da caixa de esgoto em frente ao Ginásio Lacerda Braga e a limpeza e patrolamento de vias do Jardim Oásis.

A Seagri (Secretaria de Agricultura), por sua vez, segue com o patrolamento das estradas rurais Mirassol e Lemes Ferreira, para readequação.

MUNICÍPIO EXECUTOU A LIMPEZA DE MAIS DE 520 BOCAS DE LOBO ESTE ANO

Os serviços de limpeza de bocas de lobo são realizados de forma contínua em Paranavaí. O trabalho tem como objetivo a manutenção do sistema de drenagem urbana, garantindo o perfeito escoamento das águas pluviais e impedindo que o material sólido, retido durante as chuvas, seja levado para os ramais e galerias. Segundo levantamento da Secretaria Municipal de Infraestrutura (Seinfra), só este ano 526 bocas de lobo já passaram por limpeza nos bairros da cidade com a completa remoção dos resíduos acumulados no interior das caixas, carregamento, remoção e transporte desses resíduos. Além disso, 110 tampas que estavam danificadas foram substituídas por peças novas.
É um serviço que precisa ser refeito constantemente porque, infelizmente, em muitos casos a população não colabora para evitar o entupimento das bocas de lobo. A Secretaria está sempre disponibilizando uma equipe para atuar com esse tipo de trabalho, atendendo as solicitações da população e também solucionando os casos críticos que nós mesmos constatamos. Mas o problema, realmente, é a falta de cooperação dos moradores, que deixam lixo nas ruas, entulhos de construção e outros objetos que acabam obstruindo as galerias”, avalia o secretário de Infraestrutura do município, Eurípedes Lemes Silva.
Segundo o levantamento, a Seinfra faz a limpeza e reparos de pelo menos 75 bocas de lobo por mês em Paranavaí. E o intervalo de tempo com que o serviço precisa ser refeito é pequeno. Um exemplo citado pelo secretário Eurípedes é o do Conjunto Habitacional Deputado Flávio Éttorre Giovine. Inaugurado em novembro de 2011, o local já recebeu duas vezes os serviços de limpeza das bocas de lobo para desentupir as galerias.
“Neste mês de julho fizemos um serviço completo no Conjunto. Só lá foram limpas 72 bocas de lobo, quase a média do mês inteiro de serviços na cidade”, apontou Eurípedes.
Orientações – Para evitar o entupimento das bocas de lobo, a população pode colaborar com simples atitudes como não jogar lixo ou entulho nas vias públicas e lotes vagos. Além de poluir a cidade, o lixo nas ruas entope bocas de lobo e pode provocar enchentes.
Além disso, é preciso respeitar os dias e horários de exposição do lixo para coleta, evitando deixar seu lixo na rua por mais tempo que o necessário. Outra atitude importante é embalar corretamente o lixo, em sacolas resistentes, bem fechadas e de tamanho adequado, para evitar que elas se abram e espalhem o lixo nas vias públicas.

Legenda: Para evitar o entupimento das bocas de lobo, a população pode colaborar com simples atitudes como não jogar lixo ou entulho nas vias públicas e lotes vagos. Além de poluir a cidade, o lixo nas ruas entope bocas de lobo e pode provocar enchentes.

MUNICÍPIO REALIZA GRAVIMETRIA NO ATERRO SANITÁRIO PARA QUANTIFICAR E QUALIFICAR OS RESÍDUOS DESCARTADOS


A Sema (Secretaria Municipal de Meio Ambiente) está coordenando um trabalho que vai ajudar a quantificar e qualificar os tipos de resíduos descartados pela população, destinados ao aterro sanitário de Paranavaí. O serviço, chamado composição gravimétrica ou gravimetria, consiste basicamente em uma pesquisa por amostragem para saber como está a separação do lixo nos bairros do município. Nesta terça-feira (30) o prefeito Rogério Lorenzetti e o secretário de Meio Ambiente, João Marques, levaram representantes dos municípios que compõem o CICA (Consórcio Intermunicipal Caiuá-Ambiental) para visitar o aterro e conhecer o trabalho que está sendo realizado.
“Os caminhões que transportam os resíduos depositam os materiais em setores específicos, que identificam os bairros de onde veio o lixo. Este trabalho de gravimetria está sendo realizado analisando os resíduos de cada setor. É um trabalho por amostragem, onde são coletados seis tambores (quatro de cada canto do setor e dois da pilha central). Estes resíduos são despejados sobre um espaço com lona e separados. Assim conseguimos ver que tipo de lixo está vindo para o aterro, se as pessoas estão descartando da maneira certa ou errada, se está havendo a separação para a coleta seletiva, etc. É uma excelente ferramenta para quantificarmos, sabermos qual região da cidade produz mais resíduos, e também para qualificarmos a coleta seletiva”, explicou o secretário João Marques.
Segundo ele, uma quantidade considerável de eletroeletrônicos e lixo hospitalar têm sido encontrada no meio dos resíduos destinados ao aterro. “Como fazemos um trabalho setorizado, em algumas situações já conseguimos identificar de que bairro vieram esses materiais e assim podemos trabalhar de maneira mais específica para conscientizar a população e corrigir o problema”, frisou Marques.
CICA – Representantes dos municípios de Santo Antônio do Caiuá, Tamboara, Alto Paraná, São João do Caiuá e São Carlos do Ivaí estiveram nesta terça-feira em Paranavaí para uma reunião de trabalho do CICA (Consórcio Intermunicipal Caiuá).
Durante a reunião, os secretários e prefeitos municipais discutiram soluções conjuntas para problemas como o descarte de pneus, lâmpadas e isopor. “A ideia é compartilharmos as dificuldades de cada município e nos unirmos para buscarmos a melhor maneira de resolver os problemas. Queremos os municípios como parceiros. Pensamos o aterro sanitário, por exemplo, como um espaço regional, onde todos os municípios possam descartar seus resíduos. Até mesmo porque a contaminação da água não respeita fronteiras. Hoje, o assunto de maior destaque no CICA é a Patrulha Rural, mas podemos também evoluir a atuação do Consórcio para outras áreas como a Saúde, Lazer, Cultura. Tudo que for para melhorar a nossa região, estamos aqui para pensar e concretizar. Eu acredito que o CICA é um importante instrumento de desenvolvimento para as cidades do Noroeste”, avaliou o prefeito de Paranavaí, Rogério Lorenzetti

terça-feira, 30 de julho de 2013

FIQUE SABENDO!!!

Olga Leiria
Sacos de resíduos abandonados nas lixeiras passaram a fazer parte da paisagem de Londrina
Olga Leiria/04-06-2013
"Vamos absorver o que há de mais moderno em termos de tecnologiano mundo", prometeu Geirinhas
Empresários europeus teriam mostrado interesse em participar do programa
Londrina – Vários grupos internacionais, de países como Suécia, Espanha, Noruega, França e Itália, já confirmaram interesse em participar do gerenciamento do projeto Lixo Zero, de acordo com a Companhia Municipal de Trânsito e Urbanização (CMTU). O programa, lançado em maio, tem como objetivo reduzir a zero o descarte de resíduos em Londrina. 

O cronograma anunciado pela CMTU prevê que o projeto entre em funcionamento em até 460 dias. Hoje, Londrina recicla apenas 5% das 600 toneladas de lixo que produz por dia. 

"O interesse de consórcios europeus mostra que o nosso programa está no caminho certo e com isso vamos poder absorver o que há de mais moderno em termos de tecnologia no mundo", destacou o presidente da CMTU, Carlos Geirinhas. 

Neste momento, o programa cumpre o prazo de 30 dias do cronograma para o Procedimento de Manifestação de Interesse (PMI), período para que as empresas entrem em contato com a CMTU. Em seguida, as interessadas no serviço terão 60 dias para apresentarem seus projetos. 

"A partir dos projetos poderemos definir os modelos e os custos. O poder público só tem parte do que precisa ser investido, por isso, acredito que o caminho são as Parcerias Público-Privadas (PPPs). Imagino a CMTU, no futuro, como uma agência reguladora e de fiscalização", relatou Geirinhas. 

O Lixo Zero consiste em implementar coletores de lixo fechados, enterrados ou aéreos, nos bairros da cidade. Eles receberiam os resíduos, separados entre secos e úmidos, que seriam recolhidos por cooperados de porta em porta. Haveria dias específicos para o recolhimento dos resíduos. 

"Caminhões retirariam os resíduos dos coletores e encaminhariam para um Centro de Processamento de Resíduos (CPR). Os caminhões teriam apenas o motorista, já que toda esta transferência seria automatizada. Os veículos não serão de compactação, como temos hoje, que destrói boa parte do lixo. Serão caminhões mais simples e baratos", explicou o presidente da CMTU. "No futuro os próprios moradores estarão treinados para levar o lixo até os coletores, sem mais a necessidade da figura do recolhedor." 

No CPR, o lixo será despejado em esteiras para a separação do que é reciclável e do que é inservível. O material não reciclável poderia ser transformado em compostagem, energia ou biogás. O projeto prevê, no primeiro ano, que 60% do lixo produzido seja processado, passando para 80% no segundo ano e para 100% no terceiro. 

ATENÇÃO


PARA SOLICITAR PEDIDOS DE VISTORIA EM ÁRVORES OU PEDIDOS DE PODA VEJA QUAIS DOCUMENTOS SÃO NECESSÁRIOS:

             - RG OU CPF DO REQUERENTE;
             - COMPROVANTE DE RESIDÊNCIA - CONTA DE LUZ IMPRESCINDÍVEL;
             - DECLARAÇÃO DO PROPRIETÁRIO DO IMÓVEL QUANDO FOR ALUGADO OU CEDIDO.

DÚVIDAS LIGUE 3902-1145 OU 3902-1146

A SEMANA PARANAVAÍ 25

http://www.youtube.com/watch?feature=player_embedded&v=tRiOF7axpsQ#at=22

sábado, 27 de julho de 2013

SECRETARIAS FECHAM A SEMANA COM SERVIÇOS DE LIMPEZA, PATROLAMENTO E TAPA BURACO

As equipes da Seinfra (Secretaria de Infraestrutura) fecharam a semana com os serviços de recuperação e manutenção da malha viária a todo vapor. Nesta sexta-feira (26) a operação tapa buracos contemplou as ruas José de Matos Filho, Albino Ferracini e vias do distrito de Mandiocaba, enquanto uma outra frente de serviço deu continuidade na execução de capa asfáltica na Rua Longuine.

No Jardim Ipê, as vias não pavimentadas foram recuperadas através do patrolamento, enquanto que em outra frente de serviço o foco foi a recuperação de bocas de lobo na Rua Rio Grande do Norte (esquina com Minas Gerais) e Rua Antonio José da Silva.

A Semam (Secretaria de Meio Ambiente) continuou trabalhando com a retirada de terra e pintura de meio fio na região do Distrito Industrial (DIP), enquanto a Secretaria de Agricultura trabalhou na readequação da Estrada Mirassol e no patrolamento das estradas do Ribeirão Araras e Santa Mônica. 

SEMANA DO AGRICULTOR TERMINA NESTE SÁBADO COM FEIRA DE SERVIÇOS E ATIVIDADES RECREATIVAS

 
Termina neste sábado, 27, a programação da 5ª Semana do Agricultor de Paranavaí com feira de serviços e atividades recreativas e esportivas no salão da igreja do distrito de Sumaré, a partir das 14 horas.

Nesta sexta-feira, 26, foi dia de visita à microbacia do Ribeirão Arara, local onde é captada a água que abastece o município. A atividade, que teve início no auditório da Unespar/Fafipa com uma apresentação do Programa de Gestão de Solo e Água em Microbacias pela Emater, contou com a participação do prefeito Rogério Lorenzetti e prefeitos da região, do deputado estadual Teruo Kato, do chefe do Núcleo Regional da Seab, Rui Cerqueira, secretários municipais, vereadores, produtores rurais e representantes das entidades parceiras do evento.

O secretário de Estado da Agricultura, Norberto Ortigara, que havia confirmado sua participação na visita, não pôde comparecer ao evento.  

Na parte da tarde, a programação teve continuidade com a realização do Dia de Campo sobre “Sistemas Integrados de Produção Agrossilvipastoril Sustentáveis” (SIPAS-PR), que reuniu palestras de técnicos da Emater e Iapar sobre qualidade do solo e preparo para plantio, contratos de arrendamento para plantio de mandioca, entre outros temas.

O técnico da unidade local da Emater, Ilson Jonacir Gomes, fez uma balanço positivo do evento. Para ele, a Semana do Agricultor conseguiu atingir o objetivo de mostrar aos produtores as diversas possibilidades existentes na área técnica do agronegócio. “Aos poucos o evento está crescendo. Já percebemos um número maior de participantes este ano e acredito que no próximo ano o evento vai ganhar ainda mais espaço, com um número maior de participantes”, observou.

“Acho que fomos muito felizes na escolha dos cursos e dos dias de campo, que realmente atenderam a nossa demanda. Conversei com alguns participantes e eles me pareceram muito empolgados, elogiaram a programação técnica e disseram que querem continuar se qualificando sempre que possível. E essa é justamente uma de nossas metas: continuar ofertando cursos ao longo de todo o ano”, afirmou o secretário Osmar Wessler.  

A Semana do Agricultor é uma realização da Prefeitura Municipal (através das secretarias municipais de Agricultura, Meio Ambiente e Turismo), em parceria com a Sanepar, Emater, Iapar, Sindicato Rural de Paranavaí, Faep, Senar, Fetaep, Cetem, Senac, Sociedade Rural do Noroeste do Paraná, Secretaria de Estado da Agricultura e do Abastecimento, Adapar e Sitrap (Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Paranavaí).
 

AUTORIDADES DA REGIÃO CONHECEM PROGRAMA DE CONSERVAÇÃO DO SOLO E DOS MANANCIAIS

De acordo com o deputado estadual Antônio Teruo Kato, em toda a região há apenas nove Fundos Municipais de Meio Ambiente. A defasagem deixa as autoridades em alerta
Visitantes conheceram estação de captação de água
Foto: Fabiano Fracarolli

Com mais de 4.000 hectares de área, a Microbacia Araras reúne 74 propriedades. Considerando os Ribeirões Arara e Floresta, são 96 nascentes e seis poços subterrâneos, que, juntos, mantêm 28 mil ligações de água.
A importância dos mananciais levou entidades de Paranavaí ligadas ao meio ambiente a se unirem para colocar em prática o Programa de Gestão de Solo e Água em Microbacias. Com investimentos em readequações nas estradas rurais que circulam os ribeirões e na recuperação da mata ciliar, a iniciativa tem garantido qualidade no abastecimento de água.
Foi o que chamou a atenção de prefeitos, vereadores, secretários de Agricultura e de Meio Ambiente e técnicos de municípios da região Noroeste. Eles estiveram ontem em Paranavaí para conhecer o programa e ver, de perto, quais são os resultados práticos dos investimentos.
O chefe do Núcleo Regional da Secretaria da Agricultura e Abastecimento (Seab), Rui Reis de Cerqueira, afirmou que o grande objetivo do Programa de Gestão de Solo e Água em Microbacias é promover a conservação do solo e a preservação da água. “Estamos fazendo a divulgação para que outros municípios também tenham essa preocupação”.
Engenheiro florestal do Instituto Paranaense de Assistência Técnica e Extensão Rural (Emater), Erni Limberger apresentou alguns avanços conquistados em Paranavaí. Melhora na gestão ambiental, integração da agricultura familiar, conservação da biodiversidade e utilização correta do solo.
O FUTURO - De acordo com o deputado estadual Antônio Teruo Kato, em toda a região há apenas nove Fundos Municipais de Meio Ambiente. A defasagem deixa as autoridades em alerta. “Acredito que tudo o que fizermos agora será a garantia de nosso futuro e até de nossa existência”.
A preocupação com as próximas gerações também foi manifestada pelo secretário municipal de Meio Ambiente, João Marques. “Pode parecer distante, mas precisamos pensar em que Paranavaí queremos para 2100. Em que condição vamos deixar a água para nossos netos e bisnetos?”, questionou.
O prefeito Rogério Lorenzetti disse que planejamento é fundamental. Na avaliação dele, é desta forma que se constrói o futuro. “Podemos produzir desenvolvimento e proteger o meio ambiente ao mesmo tempo”.
CAPTAÇÃO DE ÁGUA - Depois das manifestações das autoridades - no Centro de Conferências da Unespar/Fafipa - os participantes das atividades de ontem foram para a estação de captação de água da Sanepar, no Ribeirão Arara.
Lá, conheceram o trabalho das equipes da Sanepar e puderam conferir os resultados das ações desenvolvidas dentro do Programa de Gestão de Solo e Água em Microbacias. Caminharam pela Trilha Ecológica e conversaram com técnicos da companhia de abastecimento sobre a importância da mata ciliar.

sexta-feira, 26 de julho de 2013

A SEMANA PARANAVAI 24

http://www.youtube.com/watch?feature=player_embedded&v=jNeEk_RNhME#at=181

REGIÃO DO DIP RECEBEU PINTURA DE MEIO FIO E RETIRADA DE TERRA NESTA QUINTA-FEIRA


Nesta quinta-feira (25), as equipes das secretarias de Infraestrutura, Meio Ambiente e Agricultura deram continuidade aos serviços de rotina em diversos pontos da cidade. A região do Distrito Industrial (DIP), por exemplo, recebeu melhorias com a execução de pintura de meio de fio e retirada de terra – serviço importante para a manutenção de galerias e bocas de lobo - pela Secretaria de Meio Ambiente, que também realizou a limpeza da Praça da Xícara.
As equipes da Secretaria de Infraestrutura seguiram trabalhando com a recuperação de vias pavimentadas por meio da operação tapa buracos na Rua Amazonas e no distrito de Mandiocaba, e execução de capa asfáltica na Rua Longuine. Já na Vila Alta os serviços foram de patrolamento das vias não asfaltadas.
As estradas rurais do município também receberam serviços de recuperação nesta quinta-feira através das equipes da Secretaria de Agricultura que trabalharam na readequação da Estrada Mirassol e patrolamento das estradas do Ribeirão Araras e Santa Mônica.

terça-feira, 23 de julho de 2013

RELATÓRIO DE SERVIÇOS EXECUTADOS DE 15 A 19 DE JULHO

15/07– Retirada de terra na Av. Heitor Alencar Furtado – rotatória do IBC até BR 376

                  (08 caminhões de terra)

                - Roçada e limpeza na Praça do Sumaré

16/07– Retirada de terra na Av. Heitor Alencar Furtado – rotatória do IBC até Pirâmide

                  (09 caminhões de terra)

               - Roçada na Praça do Lions

17/07– Retirada de terra na Av. Heitor Alencar Furtado – pirâmide até rotatória da Vila Operária

                  (07 caminhões de terra)

               - Roçada no Distrito Industrial

18/07 – Retirada de terra na Av. Heitor Alencar Furtado – Rotatória da Vila Operária até o Posto Bandeirantes (04 caminhões de terra)

               - Roçada no Distrito Industrial

               - Plantio de grama no Provopar

19/07 – Limpeza na Av. Salvador x Rua Amazonas

               - Limpeza no Bosque Municipal

sexta-feira, 19 de julho de 2013

PREFEITO MULON COMEMORA CHEGADA DA PATRULHA E ELOGIA INICIATIVA DE CRIAÇÃO DO CONSÓRCIO INTERMUNICIPAL CAIUÁ

O prefeito de Cruzeiro do Sul, Ademir Mulon, elogiou nesta semana a iniciativa de Paranavaí e demais municípios da região de criar o Consórcio Intermunicipal Caiuá Ambiental (CICA). Segundo o prefeito, a ação foi fundamental para a conquista da patrulha do campo que está neste momento readequando as estradas rurais do município.

“O prefeito Rogério [Lorenzetti] está de parabéns pelo seu trabalho à frente do consórcio. Você não tem ideia como essa iniciativa está beneficiando os moradores do nosso município e como eles estão contentes com a chegada da patrulha, que foi uma ideia louvável do governo Beto Richa para melhorar o escoamento da produção e o transporte escolar nessas regiões”, avaliou o prefeito, que na última quarta-feira acompanhou o início dos trabalhos da patrulha nas estradas rurais do município.

PATRULHA DO CAMPO COMEÇA A FUNCIONAR NA REGIÃO

Cruzeiro do Sul é o primeiro município do Consórcio Intermunicipal Caiuá a ser beneficiado pelo Programa Patrulha no Campo. Na sequência vem Alto Paraná, Paranavaí e Amaporã.
O prefeito de Paranavaí, Rogério Lorenzetti, o secretário de Agricultura do município, Osmar Wessler, e o diretor da Secretaria, Alan Domiciano, estiveram em Cruzeiro do Sul acompanhando o primeiro dia de operações da patrulha do campo - programa de melhoria e readequação de estradas rurais do Governo do Estado - nos municípios que integram o Consórcio Intermunicipal Caiuá Ambiental (CICA).
A visita foi acompanhada pelo prefeito de Cruzeiro do Sul, Ademir Mulon, o presidente da Câmara do município, Vando Vicente, e técnicos da Codapar (Companhia de Desenvolvimento Agropecuário do Paraná).
O serviço, que teve início com a readequação da estrada Ouro Verde, vai contemplar ainda as estradas Ubiratama, Marília e Santa Rosa, totalizando 18 km de estradas rurais de Cruzeiro do Sul.
O trabalho deverá beneficiar cerca de 300 famílias da região, além de garantir melhores condições de trafegabilidade ao transporte escolar e de escoamento da produção agrícola.
Na sequência, a patrulha segue para Alto Paraná, com 22,3 km de estradas a receber melhorias; Paranavaí, com 30 km; e Amaporã, com 8,4 km. A ordem dos municípios que receberão os serviços foi definida em Assembleia Geral do Consórcio realizada no mês de abril.
INTEGRADO - Durante a visita, o prefeito Rogério Lorenzetti, presidente do CICA, conversou com os operadores e falou da importância deste trabalho para o bom escoamento da produção agrícola da região e já agendou, para as próximas semanas, uma reunião com os profissionais para avaliar o andamento dos serviços.
“A patrulha do campo é um instrumento importante que a região ganhou para promover o seu desenvolvimento de forma integrada, porque não adianta arrumar as estradas aqui, se as estradas do município vizinho estiverem em péssimas condições. Precisamos pensar de forma integrada e esse é um dos objetivos do nosso consórcio que começou a ser discutido há dois anos e que teve um papel fundamental para que conseguíssemos, hoje, ter acesso a esses maquinários”, apontou o prefeito.

O PROGRAMA
A Patrulha do Campo, que está sendo utilizada para readequação e melhorias nas estradas rurais do Noroeste, é composta por um caminhão comboio, uma escavadeira hidráulica, um trator de esteira, uma motoniveladora, uma pá-carregadeira, um rolo compactador, cinco caminhões basculantes, uma pick-up para uso de um profissional técnico e uma carreta para transporte dos equipamentos. Os municípios são responsáveis pelo pagamento da mão-de-obra (operadores de máquina) e do combustível.

quarta-feira, 17 de julho de 2013

RELATÓRIO DE SERVIÇOS EXECUTADOS DE 08 A 13


08/07– Plantio de grama na Casa do Artesão

                - Roçada na Av. Gabriel Esperidião

                - Limpeza na Praça Portugal

09/07– Plantio de grama na Casa do Artesão

               - Retirada de terra na rotatória da Unespar-Fafipa x BR 376

               - Retirada de terra na rotatória do Jd. São Jorge

               - Roçada na Av. Honorato T. Rodrigues

               - Limpeza na Praça Portugal

10/07 – Retirada de terra na Av. Honorato T. Rodrigues (07 caminhões)

               - Roçada na Av. Militão R. Carvalho

               - Retirada de terra na Av. Militão R. Carvalho (09 caminhões)

11/07 – Roçada na Av. Euclides da Cunha

               - Roçada na rotatória do Jd. São Jorge

               - Roçada no Posto Odontológico do Jd. São Jorge

               - Roçada na UBS do Jd. São Jorge

               - Roçada na rotatória da Vila Operária

12/07– Roçada na Asserve

               - Pintura de meio fio da igreja São Sebastião

               - Pintura de meio fio da rotatória do Jd. São Jorge

               - Roçada na rotatória do Posto Bandeirantes

               - Limpeza na calçada entorno da garagem da Viação Garcia.

               - Roçada no campo da Associação do Jd. São Jorge

               - Roçada no campo da Vila Operária

13/07 – Roçada na Praça de Graciosa.

terça-feira, 16 de julho de 2013

LOTEADORA É NOTIFICADA PELO CORTE IRREGULAR DE ÁRVORES EM PARANAVAÍ

http://globotv.globo.com/rpc/parana-tv-2a-edicao-paranavai/t/veja-tambem/v/loteadora-e-notificada-pelo-corte-irregular-de-arvores-em-paranavai/2696661/

POLÍTICA DE RESÍDUOS SÓLIDOS ENFRENTA DESAFIO PARA SAIR DO PAPEL

 Brasil ainda precisa acabar com os lixões a céu aberto até agosto do ano que vem e ampliar a coleta seletiva e a logística reversa para efetivar a Política de Resíduos Sólidos.

Aprovada em 2010, a Política Nacional de Resíduos Sólidos (Lei 12.305/10) foi discutida por quase 20 anos no Congresso Nacional. Embora seja considerada por especialistas como uma boa lei, existe uma preocupação sobre sua efetividade, já que ela exige uma participação ampla da sociedade. A lei traz obrigações para ministros, governadores, prefeitos e também para empresários e consumidores.

A diretora do Departamento de Ambiente Urbano do Ministério do Meio Ambiente, Zilda Veloso, acredita que será necessária uma mudança cultural para alcançar os objetivos pretendidos pela legislação. “Nós estamos rompendo com uma cultura milenar de enterramento de resíduo no solo. Tratar o lixo era enterrá-lo. A lei diz: só o que pode ser enterrado é rejeito. Então, nós temos aí um ciclo para romper.”

A lei considera resíduo sólido o lixo que tem valor econômico e pode ser reciclado ou reaproveitado. Já o chamado rejeito é o lixo que não pode ser reciclado ou reutilizado.

De acordo com a Associação Brasileira de Empresas de Limpeza Pública (Abrelpe), mais de 90% dos resíduos sólidos urbanos do Brasil hoje já são coletados. Mas em alguns municípios, a prática ainda é queimar ou enterrar o lixo, especialmente no Nordeste, onde apenas 77% do lixo é coletado. No Sudeste, esse índice chega a 97%.
 
Coleta seletiva
Os principais problemas hoje no Brasil se dão na exposição do lixo e no tratamento. De acordo com a Abrelpe, só existe algum tipo de iniciativa de coleta seletiva em 60% dos municípios brasileiros. No Centro-Oeste, apenas 32% dos municípios têm coleta seletiva, enquanto no Sudeste o índice chega a 80%. A coleta seletiva possibilita que o material seja reciclado e pode gerar renda para a população.

O deputado Arnaldo Jardim (PPS-SP) - um dos relatores do projeto de lei que deu origem à Lei de Resíduos Sólidos - ressalta, que a partir da lei, a coleta seletiva passou a ser obrigatória. “Cada um em seu município pode exigir do prefeito. Se não implantar [a coleta seletiva], não vai mais receber recursos do governo federal. São coisas como essa que começam a mudar a postura.”

Conforme o Plano Nacional de Resíduos Sólidos, primeiro, o município deverá estabelecer a separação de resíduos secos e úmidos. Depois, progressivamente, deverá separar os resíduos secos em tipos específicos, como vidro, plástico e papel.

Logística reversa
Especialistas ressaltam que a coleta seletiva é essencial para que seja implementada a logística reversa, também prevista na lei. A logística reversa é o retorno para as fábricas dos resíduos daquela indústria, para reaproveitamento ou destinação final ambientalmente adequada.
 
“Nós temos experiências exitosas com embalagens de agrotóxicos, com pneus, com óleos lubrificantes usados, com pilhas e baterias”, enumera a diretora do Departamento de Ambiente Urbano, Zilda Veloso.

Segundo Zilda, o governo também vai fechar acordo sobre o retorno de resíduos com os setores de embalagem, de lâmpadas, de eletroeletrônicos e de medicamentos. Os acordos devem ser fechados ainda neste ano e implementados até agosto do ano que vem.

O presidente do Instituto Ethos, Jorge Abrahão, afirma que a maioria das empresas brasileiras ainda não adotou a sustentabilidade em seus planos de negócio. "Por outro lado, há empresas que estão liderando este processo e que, logo, vão ser reconhecidas por isso. A questão da reputação e da imagem das empresas é chave e as empresas que estão se envolvendo em questões que impactam a sociedade vão ser as empresas do futuro."

Dever do consumidor
Com a Política Nacional de Resíduos Sólidos, o cidadão também passa a ter o dever de colocar o lixo no recipiente adequado. A lei prevê punições para o cidadão que não separar o lixo após o município ter implementado a coleta seletiva ou após as empresas terem adotado o sistema de logística reversa. Primeiro o cidadão será advertido e, se houver reincidência, será multado. As multas previstas variam de R$ 50 a R$ 500.
Já a empresa que não cumprir a determinação de fazer a logística reversa incorrerá em crime ambiental e estará sujeita a multas que vão de R$ 5 mil a R$ 50 milhões.
 

A SEMANA PARANAVAÍ 23

segunda-feira, 15 de julho de 2013

EQUIPES INICIAM A SEMANA COM TAPA-BURACO, PATROLAMENTO E RETIRADA DE TERRA

 
As equipes da Seinfra (Secretaria de Infraestrutura) iniciaram a semana com os serviços de recuperação e manutenção da malha viária a todo vapor. Nesta segunda-feira (15) a operação tapa buracos contemplou as ruas Bahia, Antônio Felipe e Amador Aguiar.
Diversas vias não pavimentadas do Jardim Morumbi também foram readequadas através do patrolamento, enquanto uma outra frente de serviço trabalhou na recuperação de galerias na Rua Quatro, no Jardim Morumbi.
Outros serviços – A Sema (Secretaria de Meio Ambiente) trabalhou nesta segunda-feira com roçada e limpeza na Praça do Sumaré e retirada de terra na Avenida Heitor Furtado (na entrada da cidade). Já a Seagri (Secretaria de Agricultura) segue com a readequação das estradas rurais do município através do patrolamento nas estradas do Cristo Rei e Mirassol.

CONVITE

_________________  C O N V I T E   ________________

 

A Associação dos Orquidófilos do Noroeste do Paraná- ADONP, sob coordenação da CAOB - Coordenadoria das Associações Orquidófilas do Brasil, tem a grata satisfação de convidar Vossa Senhoria para participar da IX EXPONOR – Exposição Nacional de Orquídeas do Noroeste do Paraná, a ser realizada nos dias 19, 20 e 21 de julho de 2013, no salão de Festas da Paróquia São Sebastião, na cidade de Paranavaí-PR.

Este evento conta com o apoio da Prefeitura Municipal de Paranavaí-Pr.

 

PROGRAMAÇÃO

Dia 19:  08:00h - 12:00h         - Recebimento das plantas

Dia 19:  08:00h - 22:00h         -  Visitação pública/comercialização
 
Dia 20:  08:00h – 22:00h        - Visitação pública/comercialização

              20:30h                     - Abertura Oficial da exposição
            
Dia 21:  08:00h – 17:00h       - Visitação pública/comercialização           

             15:00 h                    - Premiação dos expositores

             17:00 h                    - Encerramento

 

Além da exposição, haverá comercialização de plantas e a entrada é FRANCA.

O evento contará com a presença maciça de orquidófilos e visitantes de todo o Brasil.  

Ficaremos honrados com a sua presença!! 

 

                   Cícero da S. Maia                          Sueli S. Takahashi

                        Presidente                                  Diretora Social

 

Contatos: Cícero (44)91246084

 Sueli (44)99617546 e 44)3423-3910

 

sexta-feira, 12 de julho de 2013

HIDROJATEAMENTO

Empresa Transresíduos faz demonstração de limpeza com hidrojateamento em boca de lobo no jardim Morumbi. 
 



VISITA TÉCNICA COOPERUMA- (COOPERATIVA DE CATADORES DE UMUARAMA)

O secretário de meio ambiente, gestor ambiental e representantes da COOPERVAÌ, fizeram uma visita técnica na cooperativa de catadores de recicláveis de Umuarama.
 



REUNIÃO TÉCNICA

Representantes da VISA, SEMA e SEAGRI, em reunião técnica.
 


RELATÓRIO DE SERVIÇOS EXECUTADOS DE 01 A 06 DE JULHO



01/07– Roçada no Lacerdinha

                - Roçada na Casa da Cultura

                - Roçada na Av. Heitor Alencar Furtado (saída p/ Graciosa)

                - Roçada na Ciclovia do Jd. São Jorge

                - Limpeza nas travessias do centro

02/07– Roçada na academia Dojô Tradição em Karatê

               - Poda de árvores na Av. Domingos Sanches

               - Roçada na ciclovia do Jd. Morumbi

               - Roçada na Av. Domingos Sanches

               - Limpeza de travessias

03/07– Roçada no teatro

               - Roçada na Av. Mauá

               - Roçada na Casa do Artesão

               - Roçada na praça da igreja São Sebastião

               - Roçada na Rotatória da Fafipa

04/07– Retirada de terra e varrição em Mandiocaba (6 caminhões trucado +- 60 M³)

05/07– Plantio de grama na Casa do Artesão

               - Roçada na Av. Gabriel Esperidião

               - Limpeza do Provopar

06/07 – Plantio de grama na Casa do Artesão.

ATA DA REUNIÃO DA APA REALIZADA NO DIA 25 DE JUNHO

Aos vinte e cinco dias do mês de junho de dois mil e treze, ás quatorze horas e dez minutos, no auditório do Sindicato Rural de Paranavaí, localizado na Rua Marechal Cândido Rondon, nº 1545 – Centro, o Senhor Presidente João Marques saúda a todos e inicia a reunião explicando que a ata da reunião passada não seria lida por motivos internos maiores, já que o conselho estava sem secretária. Em seguida é colocado para os conselheiros conforme está na pauta a intenção de um projeto entre os proprietários de áreas incluídas na APA e os alunos do colégio INTENTUS, já que estes visam fazer o plantio de árvores dentro dessas propriedades, todos acham a ideia muito interessante, porém questionam o PLANTIO X MANUTENÇÃO,pois o ideal é que além do plantio se faça uma manutenção dessas arvores, para que elas possam se desenvolver de maneira saudável. SÔNIA MARIA CRIVELI MATARUCCO técnica da área ambiental da SANEPAR e representante da FATECIE no conselho propõem então que ao invés de fazer o plantio nas propriedades, se faça então na área de recuperação do bosque da SANEPAR, onde o plantio aconteceria de forma mais correta, já que teriam a orientação para a escolha de mudas adequadas a serem plantadas, e uma explicação da técnica sobre o plantio. Todos os presentes acham de fato essa ideia melhor e fica combinado de entrar em contato com a escola INTENTUS, para estar dando início ao projeto. O Presidente passa para o assunto do PLANO DE MANEJO, onde na última reunião havia ficado decidido dos conselheiros após lerem o Plano, avaliassem o mesmo nessa reunião, apresentando sugestões ou críticas para a sua melhoria, os conselheiros em maneira geral acharam que o Plano está colocado de uma forma muito genérica, o Professor Fábio Azevedo representante da FAFIPA alerta também para os erros de português que é bem evidente. O representante do ASPRA, DEMERVAL ADILSO SILVESTRE, entrega ao Presidente quatro tópicos a serem discutidos, seriam eles: * Elevar para 10% a taxa máxima de ocupação com vistas á mudança no Plano Diretor. *Possibilidade de edificações numa faixa de até 200,00 metros a partir da margem do logradouro público desde que não sejam econômicas (BR-376, Av. Gabriel Esperidião, Estrada do Barbalho, Estrada do Mohamed) dentro da faixa de 200,00 metros deve-se permitir uma taxa máxima de ocupação da ordem de 30%.*Os imóveis não precisam ter 80,00 metros de testada mínima, os imóveis podem ter acesso por servidão perpétua de passagem, já que alguns imóveis possuem a particularidade de serem demasiadamente profundos e estreitos. * Permitir o parcelamento do solo com área mínima de 5.000,00 metros quadrados, desde que haja autorização do INCRA. Apresentado os tópicos ficou decidido então que estas sugestões seriam repassadas a CAXANGÁ que é a empresa responsável pelo Plano e posteriormente ao Jurídico, algumas das sugestões já se sabem que consta em lei federal, impossibilitando assim suas mudanças. Mais o assunto ainda será discutido novamente na próxima reunião, após a CAXANGÁ der seu parecer. Em seguida o representante da EMATER, ERNI LIMBERGER apresenta a todos a lista dos beneficiados em dois mil e doze, com os recursos do FUNDO MUNICIPAL DO MEIO AMBIENTE, repassados pela SANEPAR; em anexo a esta ata segue a lista com os nomes dos beneficiados e os valores repassados. Em seguida foi tratado os assuntos gerais, DEMERVAL fala sobre encaminhar um ofício a D.E.R, solicitando o FRESADO para jogar na estrada do ribeirão arara, foram repassados também alguns recados e o ERNI aproveitou para fazer o convite da CAMINHADA que será realizada no dia vinte e sete de julho em comemoração ao dia do agricultor. Sem mais assuntos a ser tratado o Presidente João Marques encerra a reunião e agradece a presença de todos.

quinta-feira, 11 de julho de 2013

REUNIÃO DA APA

 
Terça-feira (09) aconteceu na SEMA a reunião mensal da Área de Proteção Ambiental do Ribeirão Araras, no qual foi abordados os seguintes assuntos:
        -Leitura da ata da reunião anterior;
        - Apresentação dos valores investidos na APA com recursos do fundo municipal repassados pela Sanepar;
       - Discussão sobre o Seminário de Produtos Orgânicos;
       - Assuntos Gerais.
       

JARDIM SÃO JORGE RECEBE SERVIÇOS DE LIMPEZA E ROÇADA

Para manter as vias públicas limpas e bem cuidadas, todos os dias as equipes das secretarias de Meio Ambiente, Infraestrutura e Agricultura saem às ruas para realizar uma série de serviços que envolvem desde roçada até patrolamento de vias não asfaltadas.
Nesta quinta-feira (11), por exemplo, as equipes da Infraestrutura e Meio Ambiente trabalharam com a limpeza, varrição, roçada e pintura de meio fio na região da Praça dos Expedicionários e Avenida Euclides da Cunha, no Jardim São Jorge. O serviço de roçada também contemplou as rotatórias da Vila Operária e da Avenida Distrito Federal com Heitor Furtado.
A Rua Mato Grosso passou por limpeza nesta quinta-feira em preparação para os serviços de recuperação de alguns trechos, enquanto outras equipes trabalharam com a readequação de vias não asfaltadas do Jardim Morumbi, através do patrolamento. Em outra frente de trabalho, a Seinfra ainda deu continuidade aos serviços de limpeza e manutenção de bocas de lobo na região do Clube Harmonia.
 

A SEMANA PARANAVAÍ 22

http://www.youtube.com/watch?feature=player_embedded&v=ojFH0TKv-so

VIAS DO SUMARÉ RECEBEM SERVIÇOS DE LIMPEZA E ROÇADA

 
 

A limpeza e manutenção dos espaços públicos é tarefa diária das equipes da Sema (Secretaria de Meio Ambiente) em Paranavaí. Nesta quarta-feira (10), vias importantes de acesso do distrito de Sumaré receberam os serviços de limpeza e roçadas. Na Avenida Honorato Terto Rodrigues, as equipes fizeram a retirada de terra. O mesmo serviço foi realizado também na Avenida Militão Rodrigues de Carvalho, que também passou por roçadas em alguns trechos. A Sema fez ainda a retirada de terra na rotatória de acesso ao Jardim São Jorge.
Já a Seagri (Secretaria de Agricultura) deu continuidade aos trabalhos de recuperação das estradas rurais do município. Nesta quarta foi a vez das estradas do 14, Deusdete e Piracema receberem a readequação através do patrolamento. As equipes trabalharam também com a preparação de solo na Vila Rural Nova Vida (Sumaré).
Infraestrutura – No segmento de manutenção e recuperação da malha viária do município, a Seinfra (Secretaria de Infraestrutura) concentrou a operação tapa buracos em três principais pontos: na Rua João Paulo da Costa Velho (Jardim Estrela), na Avenida Juscelino Kubitschek e na Rua Guaporé.
A Rua Antônio José de Meira passou por limpeza nesta quarta-feira, em preparação para os serviços de recuperação de alguns trechos, enquanto outras equipes trabalharam com a readequação de vias não asfaltadas do Jardim Maringá, através do patrolamento. Na última frente de trabalho, a Seinfra ainda deu continuidade aos serviços de limpeza e manutenção de bocas de lobo na região do Clube Harmonia.

segunda-feira, 8 de julho de 2013

RELATÓRIO DE SERVIÇOS EXECUTADOS DE 24 A 29 DE JUNHO


24/06– Roçada no Aeroporto

                - Roçada na Av. Heitor Alencar Furtado

                - Roçada e limpeza na Praça da Xícara

25/06– Chuva

26/06– Chuva

27/06– Roçada no Noroestão

                - Roçada na Av. Heitor Alencar Furtado

                - Roçada no Provopar

28/06– Roçada na Fespar

               - Roçada na Piscina Municipal

               - Roçada na Av. Heitor Alencar Furtado (saída p/ Graciosa)

               - Roçada no P.A.

29/06– Limpeza no cemitério de Graciosa.